ADEUS! SEM VOLTA

Eu sei que você saiu do ar para mim, 
Mas quero que saia levando uma última lembrança.
Você que foi meu companheiro durante anos importantes da minha vida!
De alguma maneira ouviu meus sonhos, minhas dores, 
Conheceu meus amigos e meus amores.. 
As vezes ficava por fora de tudo que rolava desde 2010.
Então fique sabendo que nos últimos anos eu cresci muito, 
Aprendi demais e consegui realizar desejos importantes, 
Desejos que fizeram muita diferença pra mim. 
Amei pessoas incríveis, vivi grandes aventuras 
Eu ganhei muito mais do que eu imaginava que poderia conquistar.
Só tenho a agradecer, apesar de muitas vezes voce ter me feito chorar. 
Chorei porque eu sempre chorei por tudo, 
Inclusive de alegria e de saudade. 
Alegrias agora??  Não tenho aqui no momento... Para apresentar
Saudades agora? Sim! 
Porque passei por momentos absolutamente deliciosos ao seu lado.
Momentos que muitas vezes não foram captados por voce, 
Mas intensamente vividos por mim. 
Tem muito da vida que não dá pra registrar, 
Então eu guardo na cabeça e no coração. 
O resto tá por aí na internet... Virou zeros e uns. 
E quem sabe fique perdido no espaço também.
Valeu por estar comigo por todo esse tempo, 
por me ouvir e ser um amigo fiel.
Voce poderia ter sido meu amor.
Mas preferiu ser de muitas que só meu...
Mas tudo bem, valeu!
Foi uma ótima jornada!
Agora me despeço e como eu disse SEM VOLTA!




Só Hoje

Hoje gostaria de ficar leve,
Quieta no meu canto, esquecer do mundo lá fora,
Esquecer das palavras tortas ditas por pessoas
Sem nenhum senso crítico.
Gostaria de tomar um café quente,
Olhar para o tempo e fingir
Que depois que eu dormir e acordar
Tudo vai estar no lugar certo,
As pessoas se amando mais,
A gentileza existindo de verdade
E a bondade reinando no coração das mentes fraca 

...

Não Ser Eu


Eu gostaria de nunca ser capazes
De sentir falta do passado.
Sentir saudades daqueles momentos com alguém,  
Alguém que ainda mora no meu presente,
E que não faz nenhuma questão de sermos "nós",
Nenhuma questão dos velhos laços.

A vida passa embalando a tristeza
E nem sempre consigo suprir meus sentimentos.


Têm dias que o meu ser prefere não ser
Talvez me falte apenas forças para aceitar,
Que me sinto mal por ser Eu
Por estar querendo o que não virá
Ou por achar que mereço um pouco mais
Então eu fujo
Sendo o Eu que me resta e rugindo alto

(KK)

Surpresas.

As vezes eu penso: Será que nós dois ainda temos chance??
Mas Deus sempre me mostra coisas que me faz desistir destes pensamentos.
Não existe volta para um amor magoado.
Lembranças não são apagadas.
Não adianta tentar, seria apenas mais e mais decepções.
Devemos deixar as coisas como estão.
 Já tivemos a nossa chance de ser feliz
Ficamos com as lembranças dos momentos bons.
É uma pena que os momentos ruins
Irão estar sempre entre os bons.
Mas isso é o que a vida nos reserva.
Surpresas.


(Ktia Kristina)

Eu te amaria muito mais se não te odiasse tanto...

Eu ti amo:
quando você dá aquele sorriso maroto;ao responder uma pergunta minha;

Eu ti amo:
quando você usa aquele jeans velho , mas se sente vivo e coloca os óculos para esconder alguma emoção;

Eu ti amo
quando você se deita depois de um dia de trabalho e ainda puxa papo comigo;
e pede minha opinião sobre determinado assunto de sua vida pessoal.

Eu ti amo
quando você canta, quando está dormindo, quando te pego desprevenido com um assunto sexy;


Eu ti amo 
quando voce  fala, quando sorri, quando briga comigo e depois vem se chegando sorrindo;

 Eu te amaria muito mais se não te odiasse tanto...


Seu Cântaro

Pergunto a Deus:
O que será de ti quando eu morrer?
Eu sou teu cântaro (e se me romper?)
A tua água (e se me corromper?)
Sou teu agasalho, teu afazer.
Vai comigo o teu significado te viver

A Sua Morena


Vejo ainda o vestido que ela usava

E Ele preso no tecido ajustado ao corpo

A organza de seda que cercou sua vida

Logo após a cheirar a pele nua que o dominou

Abalando seu equilíbrio frágil de um amor mentido

Enfeitiçado e dilatando inibições e ambições confusas.

Eles limitaram o tempo sem dissipar o prazer

Com carícias de todas as cores e os odores

Foi ali o início do fim do nosso amor.

Não foi os corpos emaranhados e saturados

Nem mesmo os desejos exausto, já consumidos,

Mas o meu amor pungente jogado no horizonte

A imaginar a provável noite dele sem dormir

A Libertina nostalgia de um futuro de saudade dela!

A madrugada dispersou os vislumbres de prazer e luz.

E nas mãos dele a saia de organza que reluz em êxtase.

E eu... Em uma leito de hospital inocente e amante.

Confiante e sincera  deslumbrei a visão maldita

(KK)